FAQ-Wiki-Outlook

Por que o tamanho de um arquivo PST convertido é menor do que o tamanho do arquivo OST original?
Resposta:

Nossos engenheiros analisaram o conteúdo dos arquivos OST (fonte) e PST (destino). A análise revelou os tipos de dados que não são transferidos para o arquivo PST após a conversão de arquivos OST:

  1. versões antigas de mensagens, contatos, arquivos e outros objetos
  2. objetos removidos
  3. blocos de dados de versões anteriores de mensagens, contatos, arquivos e outros objetos. É impossível usar esses blocos para recriar completamente o objeto original, razão pela qual eles podem ser considerados como lixo.

Em outras palavras, quando você remove ou modifica uma mensagem, contato, lembrete ou reunião, o objeto é marcado apenas como removido, mas não é removido fisicamente e permanece no arquivo OST. A nova versão do objeto é gravada em um espaço recém-alocado, mas a versão antiga permanece no arquivo OST também.

Se o Outlook estiver em uso ativo, o tamanho do arquivo OST pode crescer bastante significativamente, enquanto o tamanho real de dados no arquivo permanece o mesmo.

Para otimizar o consumo de espaço em disco e remover elementos antigos, você precisa configurar o recurso AutoArquivar no Microsoft Outlook.

Nota:

  • a busca e a leitura de versões antigas de documentos é usada por agressores para roubar informações confidenciais dos usuários;
  • busca e leitura de versões suprimidas e antigas de documentos é usada pelas autoridades policiais para coletar informações comprometedoras (Modo Forense);
  • O Recovery Toolbox for Outlook permite ao usuário procurar dados apagados de um arquivo OST / PST e salvá-los em disco.